Categoria Meus Livros

Bate-Papo sobre O Diário de Davi – Silvano Sulzart.

O livro O Diário de Davi: preconceito racial, homofobia e bullying na escola – discute as múltiplas diferenças que nos constituem, e a diversidade presente no universo escolar, através da história de um garoto de 12 anos, negro, que está acima do peso, e constantemente sofre bullying na escola.

O livro é uma história literária, infanto-juvenil. Em seu diário, Davi narra as suas angústias, o dia a dia da escola, sua amizade com João, um aluno cadeirante e Telton Fradf, que sofre bullying homofóbico.

A escola é o cenário desta história emocionante, em que professores, alunos e pais, se mobilizam para combater o bullying.

O livro, O Diário de Davi, além de uma história envolvente e emocionante, o leitor vai ser conduzido a um processo de não invisibilizar as violências verbais, físicas e simbólicas que podem acontecer na escola. O livro é para adolescentes, para pais, professores, pedagogos e psicólogos que trabalham com crianças e adolescentes.

O autor Silvano Sulzart, é pedagogo, psicopedagogo, Mestre em Educação e possui mais de 15 anos atuando como professor e coordenador pedagógico, escreveu o livro O Diário de Davi: preconceito racial, homofobia e bullying na Escola, inspirado em fatos reais do dia-a-dia da escola.

Você vai se apaixonar por este livro da Editora CRV.  Click aqui.

Sorteio de livros para você!

Quer ganhar o meu livro O Diário de Davi: preconceito racial, homofobia e bullying na escola? Um livro lindo e emocionante.

O sorteio será no dia mundial do livro, dia 23 de abril.

Para concorrer, basta curtir a página do autor e professor Silvano Sulzart e compartilhar esta imagem da promoção e marcar um amigo nos comentários da imagem oficial.

Você pode também nos contar se já foi vítima de bullying, racismo, homofobia, lgbtfobia, gordofobia ou alguma outra forma de preconceito. Divida sua história conosco.

Anuúncio do sorteio !

O sorteio será realizado dia 23/04/2017 (domingo) e serão sorteados 5 exemplares do livro O Diário de Davi. Cada ganhador recebera um exemplar do livro. (COMPARTILHE A IMAGEM NA PAGINA DO AUTOR)

 

Livro O Diário de Davi

Livro O Diário de Davi:

preconceito racial, homofobia e Bullying na Escola

Capa referente ao Livro O Diário de Davi: preconceito racial, homofobia e Bullying na Escola

Professor  escreve livro que discute a homofobia, o preconceito racial e o bullying no ambiente escolar. O livro O Diário de Davi: preconceito racial, homofobia e bullying na escola aborda o bullying, a obesidade infantil, o preconceito racial, o ciberbullying, o bullying homofóbico e a inclusão escolar, de forma objetiva, tomando como base a Lei 13.185, que institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (bullying), em todo o território nacional. Davi, em uma narrativa envolvente e singela, conta suas dores e dilemas. A história revelará como a amizade vence o medo, e a ternura e o perdão fazem brotar esperança, sonhos e novas relações, no espaço escolar. Através da leitura deste livro, você será capaz de identificar se seus filhos ou alunos estão sendo vítimas de bullying, encontrará ainda pistas de como combater o bullying, dentro e fora do espaço escolar.

 Click para comprar o livro Editora CRV

 

Livro Docência das Águas

Livro Docência das Águas:
diversidade cultural, maritimidade e travessias na Ilha de Itaparica

O Livro Docência nas águas: Diversidade Cultural, Maritimidade e Travessias na Ilha de Itaparica.

O Livro Docência nas águas: Diversidade Cultural, Maritimidade e Travessias na Ilha de Itaparica. O Livro é uma obra, que discute como ocorre a docência em meio a maritimidade e a diversidade cultural que circunda a Ilha de Itaparica. O livro apresenta também um breve recorte histórico da Ilha de Itaparica, do Município de Vera Cruz, e da trajetória do autor como “docente das águas”, termo que o mesmo utiliza ao referir-se ao desenvolvimento da docência no contexto da Maritimidade. Inspirado pelo romance Mar Morto de Jorge Amado, nas histórias de Guma, Lívia e da professora Dulce, personagens de Jorge Amado, o autor apresenta a cultura das águas de forma singular e poética através das narrativas de oito docentes que colaboraram na pesquisa.

O mar, a ilha, a docência e a escola vão se implicando e produzindo um cenário único e diverso, onde o fazer a educação se produz e traduz na ilha e no mar. A escola da ilha, desvela este lugar da maritimidade, das práticas sociais, culturais e simbólicas produzidas pelos sujeitos na relação com o mar. Assim, o mar flui no ensino, nas brincadeiras, no dia-a-dia dos alunos e alunas.

Click para comprar o livro:    Editora CRV